Carmonti reabre portas depois de seis meses em reconstrução

A Carmonti retomou a laboração da fábrica de transformação de carne, no Montijo, com instalações e equipamentos modernizados. A empresa foi obrigada a fechar as portas da fábrica durante seis meses após um incêndio ter consumido cerca de 6000 metros quadrados das suas instalações em agosto de 2013.

Com um volume de negócios de aproximadamente 52 milhões de euros, a Carmonti assegurou a totalidade dos postos de trabalho, tendo sido facultada formação aos seus colaboradores para valorizar as suas habilitações dado a melhoria de performance implementada.

A Carmonti abate 1300 porcos por dia, o que se traduz em mais de quinhentas toneladas de produtos Carmonti enviados semanalmente para o mercado.

A Carmonti existe desde 1985 e fabrica atualmente vários produtos, destacando-se os chouriços argola e corrente, morcela, farinheira, bacon e uma gama completa de fiambres.

Por: Grande Consumo Online